Muitos retro gamers e colecionadores acabam mantendo até hoje uma TV CRT, aquelas antigas, grandes e pesadas, comumente chamada de TV de Tubo.

Como os consoles antigos foram projetados com ela em mente, hoje com as novas Tvs de LCD a imagem não fica nada boa. Seria muito melhor se os consoles antigos tivessem uma saída HDMI né? E assim poderíamos ligar os consoles novos e antigos na mesma TV de LCD e com a melhor imagem que o console pode oferecer. Pensando nisso, lançaram alguns clones de NES e até consoles que aceitam vários tipos de cartuchos diferentes e com saída HDMI.

A Analogue foi uma delas, que lançou ano passado um clone muito bom do NES, mas com um preço que é para poucos. Dessa vez eles lançaram o Super NT, que é um clone do Super Nintendo, usando tecnologia FPGA, onde eles conseguem fazer um chip que funciona quase igual ao original. Então sem emulação esse clone consegue ter uma ótima compatibilidade com os jogos, como ele faz a leitura em tempo real do cartucho do jogo, ele também aceita os jogos com chip especial, como Star Fox e Super Mario RPG.

Ele não roda exatamente igual ao original, em poucos jogos podem ter algumas pequenas falhas, até porque muitos jogos foram feitos pensando na arquitetura do SNES, mas ele tem uma das melhores compatibilidades do mercado.

Apesar dele ter praticamente metade do preço do clone do NES que eles fizeram, eu acho que ainda está um preço alto para os padrões brasileiros, ele está a venda por U$189,99, só para comparação um SNES Mini da Nintendo é vendido lá fora por U$80,00. Esse preço é apenas do console com cabos, não acompanha controle, mas ele tem a entrada de controles no padrão do SNES original, quem quiser usar um controle sem fio tem a opção dos controles da 8Bitdo, eu até já fiz uma análise.

O Console até tem uma entrada para cartão SD, mas ele não pode ser usado para rodar os jogos, ele é usado apenas para atualização do firmware, por enquanto…

Esse é um clone de respeito, uma pena que é uma utopia para a maioria dos colecionadores e apaixonados pelo Super Nintendo, para quem quiser visitar a página oficial do produto segue o link.
Pra quem entende inglês, recomendo o vídeo de análise do My Life in Game.